Acusado de matar cães e ameaçar seus guardiões em Central (BA) presta depoimento à polícia Bahia    Imprimir

11/07/2017 10:00
Acusado de matar cães e ameaçar seus guardiões em Central (BA) presta depoimento à polícia
Acompanhado por um advogado, Rubens Nicolau foi ouvido pelo delegado do município e liberado. Processo será encaminhado à Justiça

Wagner Ferreira 2 comentrios          

Rubens Nicolau de Lima, vulgo "Neguinho", acusado de matar mais de 80 animais no povoado Tanque Novo, município de Central (BA), prestou depoimento nesta segunda-feira (10), na delegacia da cidade. Foi lavrado um termo circunstanciado, que será encaminhado à Justiça. "Requeri ao titular da delegacia para fazer a apreensão da espingarda e da moto, que não tem registro. Ambas são utilizadas para a prática do crime." disse a vereadora e advogada, Ana Rita Tavares (PMB), que estava presente para acompanhar o caso.

Nicolau se apresentou pela manhã acompanhado do dono da fazenda, João Almeida. Ele alega que o motivo da morte dos cães era em defesa de sua propriedade, no caso, ovelhas do seu rebanho, que supostamente estavam sendo mortas pelos cães. Questionado sobre o crime ambiental que o seu funcionário havia cometido, Almeida disse desconhecer a legislação, mesmo sendo advogado. "Não tinha outro jeito senão proteger a minha propriedade (as ovelhas). Esses cães já mataram animais 4 reprodutores de raça meus. Procurei os donos dos animais, mas eles se negaram a ressarcir o meu prejuízo", defende-se o fazendeiro.

Já o agricultor Paulo Vinícius, que teve dois animais baleados pelo atirador, nega a versão de João Almeida, uma vez que ele também é criador de ovelhas e de cães. Vinícius relata que nunca houve ataque aos seus ovinos. "Se os meus cães tivessem mesmo atacado os animais dele teriam antes atacado os meus. No dia do fato, estive aqui na delegacia e fui tratado com desdém pelo delegado. Ouvi ele dizer que não iria perder tempo com "coisas de bicho". Eu trouxe "Pitoco" ainda sangrando na camionete para servir como prova, mas mesmo assim ele disse que só realizaria o Boletim de Ocorrência com mais duas testemunhas", denuncia.



Outra vítima de Nicolau foi Ilário da Silva, também criador de ovelhas na região. Segundo Ilário, o acusado se gabava pelas mortes dos animais e que até amarrou uma cadela em sua moto e a arrastou pela cidade. "Ele me contou que já matou mais de 80 animais, entre cães e gatos. Este rapaz é conhecido por ameaçar as pessoas, certo da impunidade, pois trabalha para uma delegada e um advogado. Tive dois cães que vivem com a minha mãe, idosa e quase cega, baleados por ele", conta.   

Denúncia - As mortes dos animais chegou ao conhecimento da deputada estadual Luiza Maia (PT) após moradores do município entrarem em contato com o gabinete da parlamentar. Segundo a denúncia, há quatro meses, os guardiões dos animais eram ameaçados por "Neguinho", depois identificado como Rubens Nicolau de Lima.

Luiza Maia buscou o auxílio da vereadora Ana Rita Tavares, especialista em direito dos animais para que, em conjunto, tomassem as providências cabíveis. “Quem maltrata animais faz o mesmo com pessoas. Isso que este homem está fazendo é um crime estúpido. Vão esperar morrer um ser humano para então punir esse criminoso?”, questionou Maia.



Ainda segundo relatos das vítimas, o atirador é funcionário de uma ex-delegada, e o atual delegado não faz o registro das ocorrências. Um dos cães atingidos em um dos olhos se recupera, mas pode perder a visão. "Ele (o atirador) fez questão em dizer que atirou em 59 cães e gatos, mas não tem muita certeza da quantidade e pode ser bem mais", revelou o agricultor Ilário da Silva.

Ana Rita Tavares irá denunciar Rubens Nicolau e seu empregador, João Almeida ao Ministério Público. "A memória desses animais vitimados pela estupidez desse homem será homenageada por mim. Isso não vai ficar impune! Já estou tomando as providências judiciais cabíveis. O mundo vai saber disso! Formalizei a denúncia também junto à ONU e Unesco sobre esse fato que atinge também os direitos humanos de quem tem o direito de ter seu animalzinho e defendê-lo!", indignou-se.


Notcias Relacionadas

  • Atirador ameaça cães e seus guardiões no município de Central (BA)

  • Inema e PM apreendem madeira não licenciada em Muquém do São Francisco


  • ComentriosComentar Notcia

    25/08/2017 11:39
    Aqui se faz aqui se paga,caesa mete bala nele.

    25/08/2017 11:39
    Aqui se faz aqui se paga,caesa mete bala nele.
    PUBLICIDADE




    PUBLICIDADE